Fundo

Genética Engenharia Ambiental

A Genética Group atua nas áreas de Engenharia de Processos Ambientais e Energias Renováveis, direcionada a projetos sustentáveis para tratamento de efluentes e geração de biogás.

A Genética Group conta com amplo laboratório de pesquisa e desenvolvimento, utilizando modernos equipamentos e processos que definem a tratabilidade do efluente e/ou resíduo, e uma equipe multidisciplinar de engenharia comprometida com o resultado, focada em soluções inovadoras e sustentáveis.

ENERGIAS RENOVÁVEIS

•Análise de Biogás (metano e outros gases)
•Medição de Biogás em superfície
•BMP Efluentes | BMP = Potencial Bioquímico de Metano
•BMP Lixo Urbano | BMP = Potencial Bioquímico de Metano
•BMP Resíduos Industriais | BMP = Potencial Bioquímico de Metano
•AME - Análise da Atividade Metanogênica Específica
•Simulação em Reatores Contínuos Anaeróbios
•Simulação em Reatores Contínuos Aeróbios
•Centro de Pesquisa e Desenvolvimento para clientes

MICROSCOPIA

•Microscopia Anaeróbia
•Microscopia Aeróbia
•Microscopia de Algas
•Microscopia de Bactérias Fototróficas Anoxigênicas

ENGENHARIA DE PROCESSOS

•Projetos sustentáveis de ETEs
•Batimetria - Volume e posição do lodo em lagoas e tanques
•Estudo de autodepuração
•Análise de eficiência de peneiras
•Departamento de Estratégia e Inteligência
•Laboratório de Eng. Química e Mecânica
•Análises de eficiência de decanters e tridecanters
•Draga submersível para reciclo e movimentação de lodo
•Gerador de ondas de superfície

Análise de Biogás (metano e outros gases)

O Biogás é um recurso energético renovável que provém da biodegradação de efluentes e resíduos orgânicos, fontes energéticas praticamente inesgotáveis.

Energia ecologicamente correta, substituindo e diminuindo a utilização de recursos fósseis.

A Genética Group possui os mais avançados e completos equipamentos para medições de biogás, com certificados validados internacionalmente.

Descubra a composição e a vazão do biogás para melhor aproveitamento deste combustível.

Veja abaixo algumas das análises que podemos realizar para você:

RESULTADOS ANALÍTICOS - ANÁLISE DE BIOGÁS
Ensaio Método
Metano (CH4 Por célula infravermelha de comprimento de onda duplo com canal de referência.
Gás Carbônico (CO2)
Oxigênio (O2
Por célula eletroquímica interna.
Gás Amônia + Nitrogênio Molecular + Outros Gases Por célula infravermelha de comprimento de onda duplo com canal de referência.
Monóxido de Carbono (CO)
Por célula eletroquímica interna.
Gás Sulfídrico (H2S)
Hidrogênio (H2)
Umidade relativa (RH) Sensor capacitivo de polímero.
Umidade absoluta (Abs H) Sensor capacitivo de polímero.
Temperatura Termopar.
Vazão Sensor diafragma.

Medição de Biogás em superfície

O Brasil, por ser um país tropical, utiliza em larga escala lagoas anaeróbias sem coberturas para capturar o metano gerado. Sabe-se que uma simples lagoa pode gerar biogás para substituir algumas toneladas de lenha em caldeiras e/ou recuperar energia elétrica, por exemplo.

A Genética Group desenvolveu um flutuador com câmera de compressão para analisar a quantidade de metano gerado em uma lagoa e, consequentemente, o resultado é o reaproveitamento deste gás.

Torne sua empresa mais sustentável e lucrativa!

Veja, 0,7 m³ de Metano equivalem a:

5000 à 7000 kcal/m³
0,613 litros de gasolina
0,579 litros de querosene
0,553 litros de óleo diesel
0,454 litros de GLP
0,790 litros de álcool hidratado
1,536 kg de lenha
1,428 kW de energia elétrica

BMP Efluentes | BMP = Potencial Bioquímico de Metano

O Brasil viverá nos próximos anos uma intensa crise energética. Isso justifica a importância em transformar os atuais resíduos industriais em combustíveis.

A Genética Group segue todos os padrões internacionais para realização do estudo de BMP, tanto que estes estudos já foram enviados para diversas instituições e empresas no mundo, por exemplo México, Suíça, Alemanha e China.

O estudo de BMP de efluentes, avalia a capacidade de transformar a matéria orgânica contida no efluente em gás metano e sua viabilidade.

Veja abaixo um pouco sobre BMP Efluentes:

Parâmetros de Ensaio:

DQO efluente: 4.580 mg?L?¹;

Biodegradabilidade anaeróbia total: 93%;

Gravimetria:

ST = 5.230 mg?L?¹;
SVT = 3.400 mg?L?¹;
SFT = 1.830 mg?L?¹;Relação entre sólidos voláteis por matéria seca = 0,65;
F/M = 0,345.

Composição do Biogás:

Steps das leituras médias do biogás gerados pelo efluente

[ ] CH4 (%) [ ] CO2 (%) [ ] O2 (%) [ ] Bal. (%) [ ] CO (ppm) [ ] H2S (ppm) [ ] H2 (ppm)
Step 1 73,1 21,0 0,8 5,1 4 3427 84
Step 2 79,4 15,3 0,9 4,4 4 3717 91

Resultados:

Resultados médios experimentais
  BIOGÁS METANO
EFLUENTE 0,509 Nm³biogás∙kgDQOˉ¹rem 0,382 Nm³CH4∙kgDQOˉ¹rem
0,769 Nm³biogás∙kgSVTˉ¹ 0,577 Nm³CH4∙kgSVTˉ¹

Equivalência do biogás com outros combustíveis:

 

Equivalência de 1 Nm³ de biogás em relação a outros combustíveis
Combustível Quantidade
Carvão Vegetal 0,8 kg
Lenha 1,5 kg
Pellets de madeira 0,304 kg
Óleo diesel 0,55 L
Querosene 0,58 L
Gasolina Amarela 0,61 L
GLP 0,45 kg
kWh 1,43
Álcool carburante 0,80 L
Carvão Mineral 0,74 kg

 

Esta é uma pequena demonstração de algumas etapas que contemplam este estudo.

Entre em contato com a Genética Group e faça um estudo completo.

BMP Lixo Urbano | BMP = Potencial Bioquímico de Metano

A produção de biogás em aterros de resíduos sólidos tem sido considerada um fator de extrema importância ambiental e econômica, despertando cada vez mais o interesse do governo, instituições de pesquisa e empresas privadas.

Portanto, o estudo de BMP torna-se uma importante ferramenta para promover o melhor aproveitamento destes resíduos, auxiliando em projetos, projeções e orçamentos.

A Genética Group segue todos os padrões internacionais para realização do estudo de BMP, tanto que estes estudos já foram enviados a diversas instituições e empresas no mundo, por exemplo México, Suíça, Alemanha e China.

Veja abaixo um pouco sobre BMP Lixos Urbanos:

Triagem e redução granulométrica

Composição do Biogás:

 

Steps das leituras médias do biogás gerados pelo resíduo

[ ] CH4 (%) [ ] CO2 (%) [ ] O2 (%) [ ] Bal. (%) [ ] CO (ppm) [ ] H2S (ppm) [ ] H2 (ppm)
Step 1 37,8 24,8 0,3 37,1 6 171 6
Step 2 54,4 45,0 0,5 0,1 6 152 6
Step 3 65,3 34,0 0,5 0,2 4 106 4
Step 4 70,7 28,3 0,9 0,1 2 199 2
Step 5 71,9 24,4 1,5 2,2 1 186 1
Step 6 75,2 14,6 1,3 8,9 1 157 1

Resultados:

  BIOGÁS METANO
AMOSTRA 265,63 Nm³biogás∙tonˉ¹lixo 165,75 Nm³CH4∙tonˉ¹lixo

Equivalência do biogás com outros combustíveis:

 

Equivalência de 1 Nm³ de biogás em relação a outros combustíveis
Combustível Quantidade
Carvão Vegetal 0,8 kg 
Lenha 1,5 kg
Pellets de madeira 0,304 kg
Óleo diesel 0,55 L
Querosene 0,58 L
Gasolina Amarela 0,61 L
GLP 0,45 kg
kWh 1,43
Álcool carburante 0,80 L
Carvão Mineral 0,74 kg

 

Esta é uma pequena demonstração de algumas etapas que contemplam este estudo.

Entre em contato com a Genética Group e faça um estudo completo.

BMP Resíduos Industriais | BMP = Potencial Bioquímico de Metano

A disposição de resíduos industriais em aterros está cada vez mais cara e burocrática. Em breve, as indústrias deverão dar destino sustentável aos seus resíduos, surgindo aqui uma oportunidade de gerar energia.

O estudo de BMP torna-se uma importante ferramenta para promover melhor aproveitamento destes resíduos, auxiliando em projetos, projeções e orçamentos.

A Genética Group segue todos os padrões internacionais para realização do estudo de BMP, tanto que estes estudos já foram enviados para diversas instituições e empresas no mundo, por exemplo México, Suíça, Alemanha e China.

Veja abaixo um pouco sobre BMP Resíduos Industriais:

Viabilidade econômica:

 

Resíduo Tonelada de Resíduo (ton) m³CH4/ano kgGLP/ano US$ GLP/ano
RI - I 119,41 10.060,29 7.545,22 US$ 11.883,72
RI - II 690,04 5.113,20 3.834,90 US$ 6.039,96
RI - III 2.426,95 581.448,68 436.086,51 US$ 686.836,25
RI - IV 1.012,52 729.854,79 547.391,09 US$ 862.140,97
RI - V 1.012,52 825.791,07 619.343,30 US$ 975.465,69
RI - VI 1.012,52 342.738,02 257.053,51 US$ 404.859,28
TOTAL 6.273,96 2.495.006,05 1.871.254,53 US$ 2.947.225,87

 

Esta é uma pequena demonstração de algumas etapas que contemplam este estudo.

Entre em contato com a Genética Group e faça um estudo completo.

AME - Análise da Atividade Metanogênica Específica

A Atividade Metanogênica Específica (AME) pode ser definida como a capacidade máxima de produção de metano por um consórcio de microrganismos anaeróbios.

A análise periódica da AME possibilita avaliar o comportamento da biomassa sob condições de operação e possíveis efeitos de compostos inibidores.

Estabelece o grau de degradabilidade em diferentes substratos, além de ser uma excelente ferramenta para determinar ações com o foco em aumentar a eficiência do sistema quanto a:

  • Redução de DQO/DBO;
  • Aumento na geração de metano;
  • Controle da geração excessiva de ácidos.

A Genética Group oferece à você o estudo de AME mais completo do mercado. Veja abaixo os ítens contemplados: 

1. AME - Atividade Metanogênica Específica

2. Versatilidade do Lodo

3. Histórico de análises de AME da unidade

4. Histórico de análises de BIOGÁS da unidade

5. Propriedade do Lodo

6. Microscopia

7. Condutividade

8. Redox

9. Acidez volátil por alcalinidade total

10. Alcalinidade intermediária por alcalinidade parcial

AME e Versatilidade do Lodo:


[ ] CH4 (%) [ ] CO2 (%) [ ] O2 (%) [ ] Bal. (%) [ ] CO (ppm) [ ] H2S (ppm) [ ] H2 (ppm)
Step 1 20,2 48,5 0,6 30,7 9 69 9
Step 2 62,8 30,8 1,2 5,2 5 17 5

Características do grânulo anaeróbio:

Comportamento Hidrodinâmico do Lodo:

Esta é uma pequena demonstração de algumas etapas que contemplam este estudo.

Entre em contato com a Genética Group e faça um estudo completo.

Simulação em Reatores Contínuos Anaeróbios

Estudo especialmente desenvolvido para simular, em laboratório, as condições reais da indústria e encontrar os melhores parâmetros de operação para máxima eficiência de remoção de DQO/DBO do reator anaeróbio e/ou lagoa anaeróbia.

Subsídios para:

1.  Otimizar o reator existente;

2.  Criar parâmetros para projetar e construir uma unidade com elevados níveis de eficiência.

Simulação em Reatores Contínuos Aeróbios

Estudo especialmente desenvolvido para encontrar soluções e respostas para as indústrias que possuem problemas microbiológicos e operacionais em estações de tratamento de efluentes, com operações aeróbias tipo lodos ativados e lagoa aerada.

Descubra qual é a máxima biodegradabilidade aeróbia do seu efluente!

Encontre soluções para:

  • Baixa qualidade de floco biológico;
  • Crescimento excessivo de bactérias filamentosas;
  • Excesso de espuma e/ou escuma;
  • Descontrole do pH;
  • Efluente final turvo e/ou arrastes de lodo pelo clarificador;
  • Baixa eficiência na remoção de DQO/DBO;
  • Baixo índice de oxigênio dissolvido;
  • Entre outros.

Centro de Pesquisa para Clientes

Seguindo os padrões de pesquisas internacionais, a Genética Group conta com equipe de mestres e doutores na área, unindo a experiência de campo com a pesquisa focada na solução. Assim, desenvolvemos com o cliente, soluções específicas em tratamento de efluentes conforme a necessidade.

Soluções para:

- Atender parâmetros de legislação (tais como DBO, DQO, O&G, sólidos, turbidez, cor, N, P e demais parâmetros exigidos pelos órgãos ambientais);

- Alternativas biológicas para tratar resíduos provenientes das ETE´s como lodo, soro, permeados;

- Alternativas biológicas para efluentes de difícil tratabilidade, que contenham corantes, alta concentração de sais, fenóis e hidrocarbonetos.

Aqui, nossos clientes participam do estudo, tendo acesso a todos os laboratórios envolvidos na pesquisa, interagindo e acompanhando o desenvolvimento com suporte de 6 laboratórios:

  • Laboratório de Biotecnologia
  • Laboratório de Pesquisa e Inovação
  • Laboratório de Eng. Química e Mecânica
  • Laboratório de Microscopia e Nanotecnologia
  • Laboratório de Tratabilidade
  • Laboratório de Energias Renováveis
  • Laboratório de Análises Ambientais (Credenciado pela FATMA e em credenciamento NBR 17025)

Microscopia Anaeróbia

As bactérias metanogênicas são muito sensíveis à vários fatores quali-quantitativos do afluente ao reator.

O acompanhamento microscópico destas bactérias resulta em informações de elevada importância para tomada de ações, as quais melhoram a eficiência na remoção de carga de DQO/DBO e potencializam a geração de metano.

Veja um pouco sobre esta análise de microscopia anaeróbia:

Identificação e contagem

 
Grupo Morfologia Lodo - Inóculo
Arqueas Metanogênicas Semelhantes a Methanosaeta sp. +
Arqueas Metanogênicas Semelhantes a Methanosarcina sp. +
Arqueas Metanogênicas Semelhantes a Methanospirillum sp. +
Bactérias Cocos em tétrade +
Bactérias Cocos em cadeia +++
Bactérias Cocos +++
Bactérias Bacilos com extremidades arredondadas ++++
Bactérias Bacilos curvos ++
Bactérias  Filamentos longos com bainhas +
Bactérias Bacilos filamentosos +++
Bactérias Bacilos filamentosos septados ++
Bactérias Espiroquetas +
Bactérias Redutoras de sulfato +
Protozoário Flagelado +

Legenda: ++++ Predomínio | +++ Muitos | ++ Pouco | + Raros

Diagnóstico:

Entre em contato com a Genética Group e faça uma microscopia anaeróbia completa para diagnosticar e resolver os problemas operacionais, potencializando a geração de metano.

Microscopia Aeróbia

O sistema de lodos ativados é um dos processos mais eficientes para tratamento de efluentes e o mais utilizado no mundo. O objetivo principal é o equilíbrio de diferentes microrganismos, os quais formam o floco biológico, que por sua vez, ao entrar em uma zona sem aeração, tende a decantar, removendo assim as impurezas orgânicas no efluente.

Quando ocorre um desequilíbrio neste meio, é muito comum que ocorram problemas operacionais tais como:

- Baixa qualidade dos flocos biológicos;
- Crescimento excessivo ou ausência de bactérias filamentosas;
- Presença de espuma sobre a superfície do reator;
- Descontrole de pH;
- Efluente final turvo e/ou com arraste de lodo;
- Baixa eficiência na remoção de DQO/DBO;
- Baixo índice de oxigênio dissolvido;
- Entre inúmeros outros.

A Genética Group oferece uma análise microscópica aeróbia completa, a qual analisa diversos parâmetros importantes do sistema de lodos ativados. Conheça um pouco sobre esta análise:

Parâmetros analisados:

  • Parâmetros operacionais da unidade;
  • Curva de crescimento bacteriano;
  • Caracterização dos flocos biológicos;
  • Teste de sedimentação;
  • Quali e quantificação de bactérias filamentosas; Conheça nosso álbum online
  • Grânulos de enxofre;
  • Quali e quantificação da microfauna; Conheça nosso álbum online
 
 
  • Tétrades;
  • Bactérias nitrificantes;
  • Algas;
  • Zoogloea ramigera;
  • Espumas;
  • Exopolímeros;
  • Diagnóstico final completo, com sugestões de melhorias.

Com este relatório você compreenderá a interação entre os diferentes microrganismos bioindicadores presentes no sistema e como essa relação pode implicar na eficiência do tratamento.

Entre em contato com a Genética Group e acompanhe de perto este ecossistema microscópico!

Microscopia de Algas

As algas estão presentes em lagoas de polimento e de armazenamento de água para abastecimento, e em excesso podem ocasionar eutrofização no corpo receptor e odor/sabor na água, respectivamente. Alguns gêneros da divisão Cyanophyta produzem cianotoxinas, promovendo um efeito tóxico à biota do sistema.

Devido a importância ambiental do fenômeno de floração de algas em lagoas e tanques, a Genética Group oferece uma análise microscópica rápida e conclusiva para tomada de ações.

Veja abaixo um exemplo resumido deste diferencial que oferecemos:

Análises: Físico-química, qualitativa e quantitativa

Consequência ecológica:

  • Aumento da matéria orgânica particulada (DBO);
  • Aumento de substâncias orgânicas que podem conferir sabor e odor á água;
  • Aumento excessivo do pH;
  • O excesso de algas sedimentadas ocasiona anaerobiose, liberando sulfeto de hidrogênio (tóxico), amônia, ferro, manganês, fósforo, etc. Pode ocorrer a anaerobiose também no manancial onde o efluente é lançado, provocando a mortandade da fauna aquática.

Causas prováveis e alternativas de controle:

Informações complementares adjuntas ao relatório completo.

Microscopia de Bactérias Fototróficas Anoxigênicas

É comum ocorrer em certas épocas do ano a floração das bactérias fototróficas anoxigênicas, conferindo coloração à lagoa de tratamento.

A zona anaeróbia (água estagnada), exposta à luz solar, favorece a produção de sulfeto através da decomposição da matéria orgânica, promovendo assim condições ideais para o crescimento deste tipo de bactéria, as quais podem apresentar densidades extremamente altas e são visíveis pelo fato de produzem florescimentos de colorações rósea, vermelha, marrom ou verde sobre a superfície da lagoa.

A presença deste tipo desta bactéria pode elevar a turbidez e a DQO do efluente.

Caso ocorra este fenômeno na sua estação de tratamento de efluentes, entre em contato com a Genética Group. Em poucos dias lhe enviaremos um diagnóstico conclusivo para a tomada de ações rápidas e efetivas.

Veja exemplo de atuação abaixo:

Projetos sustentáveis de ETEs

Nossa equipe de engenharia tem por conceito "projetos sustentáveis = projetos inteligentes", ou seja, projetar estações de tratamento de efluentes com aplicação simultânea de biotecnologia, onde os resultados são estações com geração minimizada de lodo para disposição, sem utilização de produtos químicos, menor custo energético, com efluente tratado de elevada qualidade.

  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas -

Batimetria - Volume e posição do lodo em lagoas e tanques

Oferecemos ao cliente esta importante ferramenta para determinar o volume e a posição do lodo em lagoas e tanques, facilitar a tomada de ações de retirada, de tratamento e de desidratação.

Em muitos casos, realizamos o estudo de gravimetria do lodo juntamente com a batimetria, e aplicamos bactérias e seus metabólitos para digestão biológica deste lodo, realizando análises sequenciais para acompanhar a redução do lodo pelas bactérias. Conforme a característica do lodo, chegamos a degradação biológica de lodo superior a 80%.

Exemplo de batimetria seguida de aplicação de bactérias e seus metabólitos:

Estudo de autodepuração

O estudo de autodepuração é uma ferramenta de grande importância para determinar os parâmetros de lançamento de efluentes, analisando a capacidade de assimilação de um corpo hídrico.

É exigência legal, em muitos casos, para obtenção de licenças conforme RESOLUÇÃO CONAMA 357.

Devido à grande demanda do mercado, e reduzida oferta deste serviço prestado com qualidade e credibilidade dos resultados, a Genética Group profissionalizou este estudo.

Acompanhamento:

  • Identificação do corpo receptor;
  • Capacidade de autodepuração;
  • Qualificação do efluente gerado;

Diferencial da Genética Group: agregamos aos laudos, se necessário, as possibilidades para reduzir impactos e atender à legislação.

Confira um pouco de nosso trabalho a campo:

  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas -
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas -
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas -

Empregamos métodos e equipamentos adequados conforme a necessidade do estudo.

Análise de eficiência de peneiras

O efluente industrial bruto passa por um sistema primário na estação de tratamento de efluentes, constituído principalmente por peneiras. Que estas, têm o objetivo de remover os sólidos grosseiros, impedindo-os de avançarem no sistema de tratamento.

Os sólidos que não ficam retidos nas peneiras, tornam-se graves problemas para equipamentos e causam acúmulos em lagoas e tanques.

Veja a importância deste estudo para tomada de ações:

Exemplo de granulometria:

Exemplo de eficiência peneira estática:

No caso acima, a peneira estática retêm fibras superiores a 1 mm de abertura e parte das outras granulometrias, totalizando 19 % de retenção granulométrica, ou seja, ainda passam 81 % dos sólidos passam para o tratamento biológico de efluentes.

Análises de eficiência de decanters e tridecanters

Os grandes desafios na operação de desidratação de lodo são:

  • Redução de carga química e orgânica de retorno ao sistema;
  • Redução no consumo de químicos no processo;
  • Máxima eficiência dos equipamentos para garantir menor volume de lodo para destinação e tratamento.

Por estes e outros motivos, nossa equipe de engenharia e laboratórios criou mais esta importante ferramenta de avaliação e diagnóstico de centrífugas, tridecanters e outras formas de desidratação de lodo.

Conheça um pouco sobre a ferramenta:

  Parâmetros de Projeto Análise Conclusão
Vazão Máx. 10 m³/h 7 m³/h A centrífuga está trabalhando 3 m³/h abaixo da vazão de projeto.
Sólidos
(Lodo de entrada)
Máx. 3 % 1,02 % É possível aumentar a concentração de sólidos na entrada da centrífuga em até 3%.
Eficiência da centrífuga 95 % 75 % Eficiência abaixo do preconizado, ocasiona arraste de sólidos que retornam para o sistema, desperdício de polímero (produtos químicos), aumento de hora trabalhada na centrífuga (energia elétrica e manutenção).
Umidade no lodo centrifugado Máx. 80 % 90,4 % Excesso de água no lodo, conforme análise 10,4 % do volume destinado ao aterro é água em excesso, elevado custo de destinação.

 

Tabela modelo para tridecanters

Parâmetros e projetos FAST Máquina 1 FAST Máquina 2 FAST Máquina 3 Análise Genética 1° dia Análise Genética 2° dia Análise Genética 3° dia
Capacidade 7 m³/h 7 m³/h 7 m³/h 7 m³/h 7 m³/h 7 m³/h 7 m³/h
Horas trabalhadas   12 m³/h 12 m³/h 12 m³/h 12 m³/h 12 m³/h 12 m³/h
Volume de lodo flotado para centrifugar   84 m³/dia 84 m³/dia 84 m³/dia 84
m³/dia
84
m³/dia
84
m³/dia
Teor de sólidos de entrada (lodo flotado) Máx. 8 % 4,57 % 4,45 % 3,41 % 5,10 % 5,73 % 7,14 %
Teor de sólidos no clarificado Máx. 1 % 0,48 % 0,36 % 0,41 % 0,48 % 0,32 % 0,44 %
Teor de impurezas no óleo Máx. 0,5 % Não realizado Não realizado Não realizado <0,5 % <0,5 % <0,5 %
Teor de água no óleo Máx. 0,5 % Não realizado Não realizado Não realizado 10,60 % 14,00 % 7,8 %
Umidade na torta 60 a 70 % 68,52 % 64,43 % 69,43 % 69,62 % 69,50 % 68,43 %

Departamento de Estratégia e Inteligência

“Vamos além da defesa ambiental, propondo soluções definitivas...”

As leis ambientais estão cada vez mais restritivas e envolvem parâmetros de relativa complexidade. Nossa equipe de campo é formada por peritos e auditores ambientais, que estão preparados para realizar levantamentos técnicos minuciosos, revisar e propor a melhor linha de defesa para processos e denúncias.

Laboratório de Eng. Química e Mecânica

Evolução contínua e criação!

Este setor foi criado devido à alta demanda das empresas em encontrar soluções para situações específicas ocasionadas nas indústrias.

Aqui, nossa equipe de engenharia vai desenvolver e entregar os recursos que você precisa.

Veja fotos de alguns de nossos projetos:

  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Compartimento para armazenamento e transporte de biogás
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Draga submersível para biodegradação de lodo.
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Filtro aeróbio para nitrificação
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Flutuador com câmera de compressão para analisar Metano
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Gerador de ondas de superfície.
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Reator Hibrido Automatizado
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Scale Lab – Seletor Anóxido para controle de filamentosas
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas - Seletor Anóxido para controle de filamentosas

Draga submersível para reciclo e movimentação de lodo

Mais um interessante equipamento desenvolvido pelo laboratório de Engenharia Química e Mecânica da Genética Group.

De posse do estudo de batimetria, direciona-se a draga para reciclo e movimentação do lodo. Este equipamento foi especialmente desenvolvido para as mais diversas situações de bombeamento. O equipamento é robusto, e atinge grandes profundidade e elevadas curvas de recalque.

  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas -
  • Genética Tecnologias Ambientais: Engenharia Ambiental, Energias Renováveis, Tecnologias Biológicas, Químicas e Analíticas -

Gerador de ondas de superfície

Equipamento específico para acelerar o processo de degradação de passivos em lagoas e tanques, desenvolvido pelo laboratório de Engenharia Química e Mecânica da Genética Group.

O Gerador de ondas de superfície promove ondas de pressão em sistemas biológicos, fazendo com que aumente o contato das bactérias com o substrato, transformando simples lagoas em verdadeiros reatores.

Reator Híbrido DSG

Reator Híbrido DSG instalado no CTi Genética Group | Chapecó/SC

NOVO CONCEITO EM TRATAMENTO DE EFLUENTES

O Reator Híbrido DSG promove a reação de hidrólise aeróbia seguida de fermentação anaeróbia, resultando em elevada geração de biogás, com a maior concentração de metano do mercado.

O reator tem capacidade de degradar e converter efluentes brutos com elevadas cargas, sólidos, óleos e graxas, inclusive fibras.

Como característica, produz biogás muito mais puro, com baixos níveis de gás sulfídrico e ácidos voláteis, compostos que são altamente corrosivos no processo de queima do biogás.

CARACTERÍSTICAS:

  • Degradação anaeróbia com elevada geração de gás metano;
  • Hidrólise aeróbia seguida de fermentação anaeróbia;
  • Biogás mais puro;
  • Estabilidade em elevadas variações de carga;
  • Alta eficiência;
  • Degrada altas concentrações de óleos e graxas;
  • Degrada sólidos suspensos;
  • Degrada fibras;
  • Digere lodo;
  • Elimina flotador físico-químico;
  • Elimina gastos com produtos químicos;
  • Elimina maus odores;
  • Reduz consumo de energia elétrica;
  • Reduz 95% da carga de DQO e DBO nesta etapa de tratamento;
  • Reduz até 70% o custo do tratamento;
  • Ativação por tecnologia de Bioaumento;
  • Possibilita aproveitamento da água da chuva.

Reator Híbrido DSG | EM EXECUÇÃO

Reator Híbrido DSG | EM OPERAÇÃO

COMPARATIVO DE TRATAMENTO CONVENCIONAL X TRATAMENTO REATOR HÍBRIDO DSG:

CASO REAL | LATICÍNIO | DBO de lançamento: menor que 5 mg/l
  Tratamento convencional Tratamento Reator Híbrido DSG
Vazão de efluente 1.800 m³/dia 1.800 m³/dia
Gastos com produtos químicos e biológicos R$ 106.000,00/mês R$ 22.000,00/mês
Gastos com disposição de lodo R$ 75.000,00/mês R$ 10.000,00/mês
Gastos com energia elétrica R$ 62.800,00/mês R$ 31.400,00/mês
Gasto com operadores R$ 10.000,00/mês R$ 4.000,00/mês
Retorno de biogás Zero 3.888 m³ metano
Total de gastos fixos R$ 253.800,00/mês R$ 40.063,00/mês
Custo por m³ de efluente tratado R$ 4,69 R$ 0,74

Economia anual na ETE superior a R$ 2,5 milhões, após instalação do Reator Híbrido DSG.

Electrox R9000

Electrox R9000 | ELETRÓLISE AVANÇADA DE ÁGUAS E EFLUENTES

Electrox R9000 | TRATAMENTO DE ÁGUAS E EFLUENTES

ELETRÓLISE AVANÇADA DE ÁGUAS E EFLUENTES

O Electrox R9000 é um equipamento eletrônico desenvolvido por uma equipe de engenheiros de 3 áreas distintas: química, elétrica e eletrônica. Fruto de ampla pesquisa e desenvolvimento das empresas Genética Group, Electropar e Atual Eletrônica.

Totalmente automatizado, o equipamento atende as mais restritas exigências e necessidades em tratamento de águas e efluentes. Essa máquina combina reações de eletrólise por eletro-oxidação e eletrocoagulação, sendo o primeiro equipamento do mundo a trabalhar com frequência variável, atingindo mais de 5.000 ciclos elétricos por segundo em uma potente reação, tornando-se importante alternativa tecnológica para a área ambiental.

ELÉTRONS EM MOVIMENTO

TRATAMENTO DE EFLUENTES

Electrox R9000 | APLICAÇÕES DIVERSAS

RESULTADOS | ELEVADA REDUÇÃO DE DQO/DBO/O&G/SS

RESULTADOS | ELIMINA CONTAMINAÇÃO MICROBIOLÓGICA

ANTES:

RESULTADOS ANALÍTICOS | ENSAIOS 30/10 À 31/10/17
PARÂMETRO RESULTADO UNIDADE LQ MÉTODO
NMP de Coliformes Totais > 2,42x103 ²NMP /100mL 1 SMEWW 9223 B
NMP de E. coli 8,09x101 ²NMP /100mL 1 SMEWW 9223 B


DEPOIS:

RESULTADOS ANALÍTICOS | ENSAIOS 30/10 À 31/10/17
PARÂMETRO RESULTADO UNIDADE LQ MÉTODO
NMP de Coliformes Totais < LQ ²NMP /100mL 1 SMEWW 9223 B
NMP de E. coli < LQ ²NMP /100mL 1 SMEWW 9223 B

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO:

A corrente elétrica aplicada em eletrodos dentro de uma câmara eletrolítica, faz com que as impurezas coloidais se desestabilizem, resultando em aglomeração, flotação e posterior remoção. As impurezas dissolvidas que contribuem com DQO/DBO, também são oxidadas devido aos agentes oxidantes liberados pela reação, o que os modifica para um estado que é menos coloidal e menos emulsionado (ou solúvel). Os contaminantes então são precipitados e podem ser facilmente removidos por técnicas de separação secundária.

ALTA TECNOLOGIA EM TRATAMENTO DE EFLUENTES:

  • Elevada remoção de DQO/DBO;
  • Menor geração de lodo;
  • Efluente sem residual químico;
  • Eliminação de múltiplos contaminantes;
  • Desintoxicação e melhoria da biodegradabilidade;
  • Elimina metais pesados;
  • Elimina coliformes, vírus e microrganismos em geral;
  • Remoção de cor e odor;
  • Remoção de óleos e graxas;
  • Remoção de sólidos em suspensão;
  • Não gera descarte de água concentrada com poluentes como a Osmose Reversa;
  • Oxida compostos orgânicos resistentes.

FORNECIMENTO:

Fabricado em polipropileno, ou pode ser construído em concreto, com capacidade de 1,0 m³/h até 300 m³/h, com potência de 50A até 50.000A, montado em módulos compostos com tubulações, válvulas, medidor de fluxo, bomba de alimentação, receptores e painéis elétricos, pronto para operar.

REAÇÃO ELETRO-FENTON

RADICAL HIDROXILA

  • Poderoso oxidante (pelo menos 2 vezes mais forte do que o cloro);
  • Não produz toxinas;
  • Dependendo da substância que está sendo atacada é até 3500 vezes mais rápido que o cloro.

 

TABELA 1 | Potencial redox de alguns oxidantes
Espécie Potencial redox (V)
Flúor 3,03
Radical hidroxila 2,80
Oxigênio atômico 2,42
Ozônio 2,07
Peróxido de hidrogênio 1,78
Permanganato 1,68
Dióxido de cloro 1,57
Cloro 1,36
Iodo 0,54

AirMaster

AirMaster X-Treme Turbo

TECNOLOGIA DE PONTA

Airmaster Aerator incorpora "tecnologia de aeração de infusão" - uma inovação em tratamento de águas residuais, tornando estes aeradores os mais avançados e eficientes disponíveis no mundo hoje.

US PATENT Nº 6.325.842

Fabricante: Airmaster US (www.airmasteraerator.com)
Representante para a América Latina: Genética Group

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO:

O efluente é sugado para o Airmaster por um impulsor e então pressionado no sistema de descarga do aerador. Um turbo ventilador força ar para dentro deste sistema de descarga, através de um tubo de infusão e duas espirais fazem a movimentação das águas residuais em torno deste tubo.
Quando os tubos de oxigênio são conectados ao coletor de descarga, cria uma zona de pressão negativa, neste ponto, o aerador é capaz de perturbar a estrutura molecular dos efluentes e infundir o ar nas águas residuais.
Então, esses efluentes que receberam o oxigênio, são descarregados do lado direito e esquerdo do aerador, misturando do topo da lagoa até o fundo.
A agitação gerada tem de alta capacidade de arejamento sem aumentar a temperatura do efluente, e o turbo ventilador incorporado na descarga do efluente garante a máxima transferência de oxigênio disponível.

ALTA TECNOLOGIA EM TRATAMENTO DE EFLUENTES:

  • 2 vezes mais eficiente que difusão de ar;
  • 3 vezes mais eficiente que aeração mecânica;
  • Eficaz na remoção de nitrogênio;
  • Eficaz na redução de lodo;
  • Eficaz na redução de DQO e DBO;
  • Eficaz no controle de algas;
  • Eficaz na redução de odor;
  • Princípio de stripping e turbo transferência de oxigênio para as bactérias nitrificantes.

AirMaster X-Treme | EM OPERAÇÃO

AirMaster X-Treme Turbo | CASE | FRIGORÍFICO DE BOVINOS

FRIGORÍFICO DE BOVINOS (CASE):

  • Aplicação do equipamento Airmaster Turbo Aerator de 15 cv;
  • Vazão: 400 m³/dia;
  • Nitrogênio inicial: 174 mg/L;
  • Nitrogênio final: 17 mg/L;
  • Eficiência: 1,96 kgO2 /kg nitrogênio convertido.

Processo de nitrificação normal seria necessário 4,74 kgO2 /kg nitrogênio convertido.